Aceitação, esperança, acreditar e confiar!




Existem quatro elementos que são de fundamental importância para ficarmos bem, sentirmos bem-estar, satisfação, realização e alegria de viver.


Aceitação: pode ser vista como um amparo, um bem acolher. Aceitação possui o poder de transformar, pois é um ato de boa vontade, de sabedoria e humildade. Deve-se ter uma mente aberta e pensar que muitas vezes não temos controle do que nos acontece na vida e muitos desses acontecimentos são muito difíceis de lidar como por exemplo: uma perda afetiva, uma humilhação, uma traição, uma doença, uma dificuldade financeira, entre outras.


E se torna mais difícil ainda quando não conseguimos praticar a aceitação. Às vezes negamos, ignoramos ou não conseguimos lidar de uma forma adequada com a situação ou com a pessoa. Quando isso ocorre, é como se o problema não existisse e o que não existe não há o que fazer. Quando não aceitamos uma pessoa como ela é, querendo mudá-la. Aceitar que ninguém muda ninguém. A única pessoa que podemos mudar somos nós mesmos e só quando decidimos mudar algo em nós, só então essa mudança poderá ocorrer.


Aceitar não é desistir, nem tampouco resignar-se ou acomodar-se. Aceitar é um ponto de partida, é olhar para a situação e verificar o que de melhor poderá ser feito.


Esperança: é a luz que ilumina nosso coração. A esperança é um crédito emocional, muito unida com a fé que clarifica possibilidades positivas para buscar e manter o afinco para o que desejamos e queremos realizar.


Segundo o filósofo Mário Cortella, devemos procurar ter a esperança do verbo esperançar, ou seja, ter esperança com nosso movimento, buscar fazer o que deve ser feito da melhor forma para alcançar o que queremos e não a esperança de esperar, ou seja, ficar parado e esperar um milagre, uma mágica ou que o outro faça alguma coisa.


Diz o ditado popular “a esperança é a última que morre”.


O que acham desse ditado? Curiosidade: a cor que representa a esperança é o verde.


Acreditar e confiar: que estão muito unidas e são verdadeiramente fonte de energia que nos move para a realização e auto realização.


Acreditar é pensar ou almejar ser possível a concretização de algo.


Confiar é ter coragem, disposição para enfrentar desafios, ou seja, mesmo nas incertezas, a pessoa é capaz de tentar ou fazer o que deve ser feito. É acreditar que é difícil, mas pode ser possível. O impossível muitas vezes existe até que alguém consiga fazer.


Confiança é a total conexão nas interações humanas. E a autoconfiança é a conexão consigo mesmo, com o seu eu interior, com o seu eu sagrado. É fundamental que verifiquemos como está a nossa autoconfiança e o que devemos observar para desenvolvê-la e melhorá-la.

Posts Relacionados

Ver tudo