Ações práticas para nos proporcionar alegria

Vocês já ouviram a música Pequenas Alegrias de Marcela Tais? Vale a pena conferir:

Acredito muito no fato de que é possível juntarmos pequenas alegrias e sermos felizes todos os dias. Perceber coisas positivas em nossas vidas que possam nos fazer sentir bem-estar, ver o que funciona e tudo que nos inspira a fazer o bem. Ser grato por pequenas coisas que acabam se tornando grandes e significativas em nossas vidas.

Algumas ações práticas para nos proporcionar essa alegria:

Manter o autocuidado

Muitas vezes acreditamos ser difícil nos cuidarmos ou às vezes não sabemos como fazer isso. Perceba que é dar “voz”, sentido ao que o nosso corpo, o organismo está dizendo, ele nos dá sinais, físicos e emocionais. Ele sempre nos alerta, faz isso por nós o tempo todo. Nossa tendência é ignorar esses avisos de cuidado, muitas vezes sutis, isso quer dizer que nem tudo pode estar bem. É preciso levar a sério os sinais que nosso corpo nos dá e fazer o que você já sabe que irá te fazer bem, ou seja, é utilizar o nosso saber.

Observe suas verdadeiras necessidades

Reserve alguns minutos para se perceber, se sentir, se escutar. Pare! foque no que está se passando com você, sinta, exercite o que se passa com você naquele momento que você decide se perceber. São minutos que se transformam em ganhos e não perda de tempo para sua vida, pois estará se munindo do necessário para não ter que parar por mais tempo e assim não conseguir fazer o que necessita fazer e muitas vezes até com sofrimentos físicos e emocionais. Lembre-se que é uma necessidade do seu “material de trabalho”, de você inteiro e pleno, para estar bem e assim expandir esse bem para quem está ao seu redor e para você realizar o que desejar realizar.

Respeite seus limites

Existe uma grande distância entre o que você pode fazer e o que você quer fazer. Dizer não, às vezes é necessário, em respeito a si e também ao outro. Perceba se quando você diz sim para o outro você estará dizendo Não para você. Permaneça fiel a você, isso não significa impor sua vontade a todo custo ou se impor aos outros, significa ter consciência de seus valores.

Seja generoso com você

Não se deprecie, não se desqualifique, pois certamente você procurou fazer o melhor com o melhor que você tinha e às vezes não deu certo por coisas que fugiram do seu controle e ainda se foi erro mesmo, procure saber o que pode fazer para melhorar e aprenda com o erro, ele costuma ser um bom professor quando conseguimos aceita-lo e nos permitimos fazer novamente. E às vezes só nos resta nos desculparmos e termos clareza de que somos seres humanos que erram, acertam e fazem... Preste atenção no seu diálogo interno como fala consigo mesmo. Seu diálogo interno deve ser compassivo, motivador, humilde, no sentido de saber suas forças e fraquezas e positivo.

Não busque a perfeição, ela não existe. O perfeito não é feito, melhor o feito que o perfeito. Busque a excelência, o aprimoramento, esteja aberto aos aprendizados, não se feche no “eu sei”, sempre podemos aprender mais. Tudo que fizermos, uns gostarão e outros não gostarão e devemos ficar bem com isso, pois cada um vê e recebe de formas diferente, não dá para agradar a todos, mas mesmo que só agrade a uma pessoa, isso deve ser considerado.

Procure fazer algo que você goste, que te dê prazer.

Não precisa ser grandes coisas, faça qualquer coisa que te deixe bem e como eu disse, esse bem se expandirá. Caminhar, ler, tomar um sorvete, andar de bicicleta, desenhar...Qualquer coisa que te proporcione um bem-estar. Faça pausas e também pausas contemplativas, sugiro a natureza, mas busque fazer a pausa que te traga satisfação e bem-estar.

Seus sentimentos são importantes, eles estão sempre te alertando para que não sofra, mesmo que pareçam bobos, “ouça” o que sente, existe um incomodo, uma insatisfação constante? Se sente entediado e infeliz, não consegue expressar um descontentamento? Ouça, não ignore, pois qualquer desconforto ignorado tende a crescer ou virar doença. Isso não significa que deve liberar suas emoções de qualquer forma e sim gerencia-las e procurar fazer o que deve ser feito para o seu bem e o bem de quem está a seu redor.

Perceba o que realmente está lá e reflita, você pode aprender muito sobre você.

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2018 por Marli Borges. Criado por G7 PRODUÇÕES.