Dia de Conscientização da Violência contra o Idoso

15 Jun 2019

 



De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), até 2050 a população idosa irá duplicar no mundo, sendo que no Brasil irá triplicar. Isso devido ao aumento da expectativa de vida, entre outros fatores.

 

Será que o Brasil está adequadamente preparado para essa realidade? Em síntese, terá o País como lidar, de maneira saudável e equilibrada, com essa população na sua última etapa do ciclo vital do desenvolvimento humano?
 

Sabe-se que, para uma boa convivência em uma comunidade, é fundamental o respeito, o cuidado e a tolerância com a vida humana.
 

O Estatuto do idoso, de 2003, trouxe alguns direitos aos idosos, buscando resgatar a dignidade da pessoa humana na velhice e melhorar suas condições de sobrevivência, quanto a tratamentos e inclusão social.
 

No entanto, o idoso ainda tem grandes dificuldades para buscar seus direitos de forma plena e incontestável.

Observa-se que, em algumas situações, a pessoa idosa é vista e tratada como algo velho e sem serventia, como objeto deixado em um canto, excluída do convívio social. Ainda, muitas vezes, os idosos sofrem abusos de toda ordem, inclusive financeira. São, também, maltratados, desrespeitados, sofrem descaso, violência psicológica, verbal, agressões físicas, abandono e falta de assistência. Em grande parte, o agressor está no seio da própria família.

 

Assim, considerando esses casos, é necessário que se mude o olhar em relação ao idoso. É triste e lamentável que o estado não consiga obter êxito na garantia dos direitos do idoso em sua plenitude. Essa situação precisa ser revista o quanto antes para que haja a devida proteção da dignidade desses cidadãos que tanto contribuíram para o país.
 

Necessário que haja conscientização de toda a sociedade no que se refere à melhora dos cuidados com os idosos em toda sua amplitude, em todos os momentos. Uma sociedade participativa que contribua para a diminuição do preconceito e discriminação para com o idoso. Uma sociedade que possa propiciar e assegurar aos nossos idosos respeito, bem-estar e todos os direitos que merecem.

 

Importante pensar nas palavras que ainda são proferidas, muitas vezes pelo próprio familiar. São Expressões que machucam e devem ser radicalmente evitadas, tais como:
 

“Você é velho demais pra isso”
 

“Teu tempo já passou”
 

“Não se faça de vítima”
 

A sociedade em geral deve ser mais consciente, amorosa e acolhedora com aqueles que já fizeram tanto e que querem simplesmente continuar vivendo e sendo feliz.

 

Todos devem lembrar que, se tiver o privilégio da vida, um dia também será velho.

.......................
15 de junho: DIA MUNDIAL DE CONSCIENTIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA.

Compartilhe informação!

 

Share on Facebook
Please reload

Please reload

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2018 por Marli Borges. Criado por G7 PRODUÇÕES.