A companhia do idoso é bem-vinda?

11 Jan 2019

 

Ao longo da nossa vida, temos momentos bons e momentos ruins, independentemente da idade e de fatores de diferentes naturezas e origens. Ainda assim, somos seres relacionais, ou seja, necessitamos interagir e relacionar com as pessoas. A questão que trago é: Que companhia quero ser? Como quero interagir? Como quero estar com o outro?

 

Essa é uma reflexão que se aplica a qualquer indivíduo, independentemente da idade em que se encontra.  

 

Mas, especialmente com relação aos idosos, observo que muitos deles acreditam que os mais jovens não gostam da sua presença, de interagir com eles. Será que isso é verdade? Será que as pessoas mudam com o passar do tempo ao ponto de outras pessoas tenderem a não querer se relacionar com elas? Ou as pessoas com mais idade se tornam menos tolerantes, fazendo mais reclamações e até se vitimizando?

 

Que tipo de pessoa queremos ser? Pessoas positivas, bem-humoradas, que interagem com outra pessoa em qualquer idade? Ou aquelas que estão sempre insatisfeitas, tristes, desanimadas, que não querem interagir com outros?

Podemos pensar no equilíbrio, ou seja, viver da melhor forma possível na relação humana em qualquer momento da vida, com pessoas de qualquer idade, compartilhando, aprendendo, ensinando e respeitando o outro e a si mesmo.

 

Share on Facebook
Please reload

Please reload

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2018 por Marli Borges. Criado por G7 PRODUÇÕES.