Aceitar o Envelhecer

21 Dec 2018

 

 

 
Você sabe qual a diferença do velho e do idoso? Velho é aquele que fica preso nas suas lembranças, fixo no que foi, no que não é mais possível fazer. E sofre. O idoso é o que está aberto para continuar aprendendo, que já se adaptou tantas vezes e continua pronto a se adaptar o quanto for necessário para se sentir bem. E busca uma qualidade de vida.
 

Não sei se vocês percebem mas eu vejo as pessoas colocarem grande carga na velhice, a culpa de tudo de ruim que vem com o passar dos anos é só porque ficou velho. E é interessante pensar na tendência das pessoas mais jovens de serem impacientes com os idosos, sem pensar que se tudo correr bem na vida deles, eles também se tornarão velhos.
 

Como chegar bem na velhice? Essa é uma questão que muitos trazem. Dicas existem e há tempos já se falam sobre elas, no entanto o que se vê de fato é a dificuldade que se tem de aceitar a velhice, aceitar que se está velho. Existe uma resistência natural de aceitar o fato de ser idoso. E enquanto esse fato não existe para a pessoa, não há o que fazer. Então percebo como fundamental aceitar a velhice, mas não aquele aceitar conformado, como se não houvesse nada mais a fazer... Não é isso que estou dizendo, é o aceitar com movimento, é ver o que se tem, o que lá está e fazer o melhor, ou seja, tornar a velhice um bom momento para se viver.
 

A partir dessa aceitação pode se aplicar algumas dicas para a busca da qualidade de vida na velhice:
 

-  Manter atividade intelectual/capacidade cognitiva

- Manter atividade física

- Manter atividades sociais com a família e amigos

- Fazer uma alimentação saudável

- Manter controlada as doenças já existentes

- Manter sua capacidade funcional

- Ter um projeto de vida, um propósito

- Cuidar do financeiro
 

Parece muita coisa, mas com calma e lucidez se consegue organizar, claro que o quanto antes se organizar, melhor será para um bem viver.


“Quando a velhice chegar, aceita-a, ama-a. Ela é abundante em prazeres se souberes amá-la. Os anos que vão gradualmente declinando estão entre os mais doces da vida de um homem, mesmo quando tenhas alcançado o limite extremo dos aos, estes ainda reservam prazeres.” (Sêneca)

Share on Facebook
Please reload

Please reload

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2018 por Marli Borges. Criado por G7 PRODUÇÕES.