Reflexão do Dia: Autenticidade

8 Jun 2018

 

 

 


Para se viver autenticamente deve se tornar responsável e com plena consciência de seus relacionamentos, isto é, de acordo com o “eu” interior e o “eu” manifesto no mundo.

 

Desde sua origem, o homem busca um significado para sua existência, para o sentido de si mesmo e a compreensão de suas relações com o próximo, porém está sempre buscando em eventos externos, esquecendo-se que o homem, talvez seja o único ser no planeta a ter uma vida interior e que essa, sim, é o evento mais importante.

 

Os homens se consideram seres evoluídos, que muitas vezes têm conhecimento e controle sobre o mundo, se orgulham de serem capazes de viverem em sociedade e, com isso acabam se afastando do seu mundo interior, do seu verdadeiro Eu, da sua essência, estabelecendo relações menos saudáveis do que poderiam.

 

Através da descoberta, na liberdade e na segurança de relações compreensivas, a pessoa começa, então, a definir seus objetivos, suas intenções, percebendo que não quer mais seguir determinadas direções, A pessoa passa a não esconder de si e dos outros seus verdadeiros sentimentos. Descobre que não deseja mais ser o que “devia” ser, mas ser ela mesma.

Fazer escolhas que não sejam impostas ou definidas pelos outros. A pessoa caminha para se tornar um processo, uma fluidez, uma mudança em busca do seu Eu autêntico.

 

Share on Facebook
Please reload

Please reload

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2018 por Marli Borges. Criado por G7 PRODUÇÕES.